INTJ vs ISTJ

Publicado por

Agora temos um Grupo no Facebook

ISTJ Logístico/Inspetor SiTe, Fi, Ne
INTJ Arquiteto/Mastermind NiTe, Fi, Se

Bom, o que eles tem em comum, ambos tem as mesmas funções julgadoras (Te e Fi) e funções perceptivas diferentes (Ni vs Ne e Si vs Se).

Logo, os critérios pelos quais avaliam as coisas são parecidos, Lógica de Te e Moral de Fi. Tem os posts sobre cada função, logo não vou alongar aqui.

Eles julgam de forma similar mas estão focados em coisas completamente diferentes.

Si se preocupa com o passado, acumular, reter o que já se tem, tentar não arriscar, preza muito o sentimento de pertencer à algo maior que eles, seja uma religião,
instituição, empresa, e principalmente família, pois dá muito valor à tradição.

A família geralmente é o pilar da vida e do apego dos Si-doms. Esse é o senso de ser deles. Logo se não tem uma família farão estarão buscando formar uma, com filhos se possível e o momento for certo. Isso porque precisam dessa sensação de tradição, precisam ver que o passado será preservado para futuro.

Ni não está muito preocupada em preservar, está focada em vislumbrar o futuro. Simular, criar cenários fictícios em sua mente, histórias e livros de ficção, jogos de RPG, ou qualquer coisa que os permita viver em mundo “fantasiosos”, onde tem menos leis e por isso sentem-se mais livres para deixar a imaginação solta.
Ni-doms muitas vezes preferem simular o relacionamento perfeito do que vivê-lo. O senso de ser é focado nas conquistas, como os demais NTs, claro, porque vislumbrar conquistas sempre é futuro. O que já foi conquistado é passado, e o passado já foi…

Para dedicir via Te, Si se pauta no passado, procura sempre no passado a resposta para tudo. Qual foi a última vez que deu certo? O que as autoridades sobre assunto falaram? Existem dados concretos que provem que isso deu certo no passado?

O novo assusta demais Si, ela raramente quer mudar seus hábitos, e as rotinas nas quais está apegada. Quando houve acúmulo de experiências ruins em suas vidas, Si-doms podem se tornar pessimistas, porque partem da premissa (lógica)  que eles já viram “muitas” coisas dando errado, logo, pode dar errado novamente.
Então é bom se preparar, acumular e manter o que temos para quando o próximo inverno chegar. (The Winter is Always Coming… For Si-doms)

Já Ni também pode ser muito pessimista, mas sobre futuro. Por conseguir simular ou “ver” tão longe, seus planos traçados são de longo alcance, a logo prazo.
Pensam em termos de “para o resto da vida”, em carreira, relacionamentos, etc. E por isso dedicam muito tempo e muita CPU tentando simular todos os cenários possíveis, todas as armadilhas, todas as contingências, pois o maior medo de Ni é que seus planos e projeções deem errado.

O presente, normalmente pouco lhe interessa, já o passado, menos ainda. Ni vê possibilidades, logo, o futuro não precisa ser repetição do passado. E por querer desesperadamente tentar controlar todas as variáveis, e o próprio futuro (algo impossível), as vezes não realizam nada. Sofrem constantemente da “paralisia da análise”. Ficam num loop na Ni e nenhuma tarefa é realizada, ou muito pouco.

Já Si vive no presente com o olho no passado, e entende que a vida tem sua carga, e cada um é responsável pela sua parte. Logo é hiper diligente, paciente e trabalhador.
Por serem tão prestativos, outros podem se aproveitar deles e dar parte das suas “cargas” para eles carregarem, pois como nunca negam o trabalho físico ou tarefas mundanas, estão sempre prontos a aliviar a carga dos outros e ajudar.

São eles que cuidam, e tem muita dificuldade em dizer não, então costumam pegar sua parte da carga e mais um pouco da dos outros. E não reclamam. Pois não pensam no futuro, só ficamos frustrados com a vida quando achamos que nosso presente que é enfadonho, o qual nos incomoda, vai ser perpetuado no futuro. Isso que causa a depressão e frustração típicas dos tipos N (Intuitivos).

Porque o que dá medo não é a fome no momento, e sim, imaginar que nunca mais teremos comida, isso sim, causa pavor. Se soubéssemos que com certeza que logo mais teríamos o que comer, a fome que sentimos nesse momento não nos incomodaria muito. É a projeção que gera a depressão, algo hiper comum tipos N (Intuitivos).

Já os S (Sensores) e Si no caso, raramente sentem depressão.
Lógico! Com esse tanto de trabalho a ser feito, levar os filhos na escola, trabalhar, pagar as contas, lavar a louça, quem tem tempo para ficar deprimido.
Si não tem tempo para essas elocubrações e devaneios mentais, pois já existe muito trabalho e tarefas a serem realizadas.

SJs (Sensores-Julgadores) são movidos por tarefas, não tem medo das tarefas! Tem orgulho de carregar a parte dos fardo mundano que lhes cabe.
NTs (Intuitivos-Racionais) odeiam tarefas mundanas, são muito avoados, precisam de alguém para os ajudar nas tarefas mundanas, enquanto estão elucubrando seus planos futuros (diabólicos ou não).

Nesse gancho, os Si procuram nos cônjuges um HelpMate. Uma pessoa que os ajude a construir nesse sentido de família, tarefas, e de tradição do passado em direção ao futuro e à uma vida confortável e segura. São resignados e não ficam sonhando com o “The One”, tem os pés muito firmes no chão e sabem que todos tem seus defeitos e o importante apenas, é ter ao seu lado, uma pessoa centrada que ajudará a criar a vida confortável que eles tanto anseiam.

Já os NTs, buscam o MindMate. Uma pessoa que compartilhe de suas ideias, consiga viajar mentalmente e simular cenários fictícios, e estudo de coisas que muitas vezes não tem aplicação prática, apenas pelo prazer disso. INTJs costumam dizer que a falta de inteligência é a coisa mais brochante numa pessoa. E a razão é essa.

Quando em períodos de prologado stress, ambos entram em loop com a Fi. A Fi os faz pensar que sobre todas as emoções que sentiram, os erros morais, todo o potencial que estão disperdiçando, refletir sobre quem realmente são e o que é importante na vida para o indivíduo. Fi é uma função bem cruel. (sou INFP, logo eu sei).

Porém enquanto INTJs no loop ruminam sobre o futuro tenebroso e por isso temem se mover, o ISTJ rumina sobre o passado e fica revivendo as mágoas vividas.

O ISTJ pensa, “tudo que eu fiz (Si) ‘sempre’ deu errado, logo sou um lixo (Fi). E nada, nunca mais dará certo na vida! (Ne Inferior)

O INTJ pensa, mesmo depois de ter simulado e planejado insanamente, isso deu errado (relacionamento, carreira, projeto), então “com certeza” não planejei direito, não vi todos as variáveis e armadilhas (Ni), logo sou incompetente (Fi). E o jeito então e planejar e simular muito mais ou nunca mais tentar ou fazer aquilo novamente, para assim, “jamais” cometer esses erros novamente. E então ficam paralisados, “sem vida” ou energia (Se Inferior) e não vivem por medo do fracasso e de sentirem-se estúpidos novamente (Fi).

Função Inferior.
ISTJ com Ne inferior tem medo do novo e prefere se ater ao conhecido. Tem dificuldade na criatividade, mas é muito detalhista, meticuloso e paciente no seu trabalho. E trabalha duro! Quando sobre muito estress, a Ne perde o controle e els querem fazer tudo ao mesmo tempo, tentar tudo novo, acham que na novidade está a raiz para resolver seus problemas.

INTJ com Se inferior, tem medo do presente. Alias, nem sente o presente, uma vez que sua mente está no futuro. Tem medo de riscos físicos, violência, demonstrações de poder, etc. Tendo a Se inferior é o que deixa o INTJ preguiçoso, que não consegue forçar sua vontade sobre os outros, pelo menos não até quando adulto e integram a Se.

Ou no outro extremo, formam aquela infeliz casta de INTJs arrogantes, que se “orgulham de sempre dizer o que sentem” e não tem tato para seu trato com as outras pessoas. Tudo porque no fundo sabem de suas inseguranças e apontar os defeitos nos outros, nada mais é que um mecanismo de defesa.

Esses INTJs que “falam o que pensam pois não estão nem aí”, ou orgulham de ser “diretos”, não “embelezam” as coisas que dizem, são os que ainda não desenvolveram a Se, logo quando usam parecem uma criança desastrada de 200Kg, fazem um estrago por onde passam.

E é por isso que sob stress os INTJ ou fecham os sentidos (Se) através da letagia, só dormir, comer e assistir NetFlix ou Games OU vão para o outro extremo sobrecarregam os sentidos, e se perdem nos “prazeres da carne”, bebem mais do que devem, dançam até cair, começam a querer correr maratonas, se matriculam na academia, etc.

E por fim mas não menos importante, um é focado no prazer mental e o outro no prazer dos sentidos.

Si é uma biblioteca dos sentidos, guarda tudo que os ISTJs sentiram na vida (infelizmente tudo de ruim principalmente, daí o resmungo e pessimismo eterno nos Unhealthy ISTJs).
Mas no lado bom, tem ótima memória, e é muito detalhista. Guarda todos o que sentiram através dos sentidos, cheiros, gostos, etc. E sabe exatamente o que gostam, e por isso tentam sempre reviver as sensações boas que tiveram e evitar reviver as sensações ruins que já tiveram.

Já Ni é batida nesse quesito né, todo mundo sabe, simular, imaginar, mundo da fantasia, jogos (de estratégia a Te estiver animada), qualquer coisa metafísica, teorias físicas das menos práticas, outros universos, mundos, e por isso tem prazer mental, e são estimulados muito mais pela mente do que se forem chamados para correr no parque (talvez, quem sabe que a Se Inferior estiver animada naquele dia…).

Quer ver outras comparações interessantes? Obviamente!

Anúncios

Deixe uma resposta