Ícone do site Don't Forget to Be Awesome

Qual meu tipo? – Passo 3: Auxiliar

Anúncios

Se você chegou até aqui, deve ter lido e se identificado com uma ou mais funções dominantes que vimos no passo 1 e uma ou duas inferiores o passo 2 que devem ser coerentes com as dominantes escolhidas no passo 1.

A função auxiliar para cada tipo:

Temos então dois caminhos agora:

  1. Caso já tenha certeza da sua dominante e sua inferior que combinou com ela, ficamos entre dois tipos entre os 16. Pois apenas dois tipos tem uma mesma dominante. Tiraremos a dúvida entre esses dois tipos usando a função auxiliar (nesse passo 3) e a terciária (no passo 4)
  2. Se ainda está em dúvida entre mais de uma dominante pois não conseguiu chegar à uma única após ter lido as inferiores, tentaremos descobrir qual seu tipo pela auxiliar e terciária. Fica mais difícil um pouco, pois estaremos ainda lidando com possivelmente 4 tipos entre os 16, ou até mais.

A instrução para esse passo é: 

  1. Caso tenha certeza da sua dominante, ache ela na lista e depois decida qual as duas auxiliares tem mais a ver contigo.
  2. Se está em dúvida entre mais de uma dominante ainda, leia as auxiliares de todas elas, e tende encontrar qual combinação dominante-auxiliar tem mais a ver contigo. Se dermos sorte, pela combinação das duas ser mais específica, uma pode lhe cair melhor e assim identificaremos sua dominante.

Se você confirmou suas funções dominantes e inferiores, existem apenas duas possibilidades de tipo para você considerar. A partir daí, você pode restringi-lo a um tipo examinando a função auxiliar.

A função auxiliar pode ser complicada de identificar. Às vezes, funciona em conjunto perfeito com a sua função dominante. Às vezes, é suprimida pela função dominante. Às vezes, pode até ser mais visível do que a sua função dominante. Você se sentirá mais obrigado a usar a função auxiliar quando as falhas de sua função dominante se tornarem mais aparentes (~ 8 a 12 anos).

Se sua função dominante é extrovertida, sua função auxiliar será introvertida e vice-versa. Isso ajuda você a reconciliar seus mundos interior e externo, a fim de alcançar uma abordagem mais equilibrada para entender a realidade.

Além disso, se sua função dominante é uma função de percepção (S ou N), sua função auxiliar será uma função de julgamento (T ou F) e vice-versa. As funções de percepção coletam muitas informações e, em seguida, as funções auxiliares de julgamento intervêm para organizar essa informação para a tomada de decisões.

Por outro lado, as funções de julgamento avaliam as situações muito rapidamente, de modo que as funções auxiliares de percepção entram em pausa e consideram mais evidências antes de agir com pressa. Desta forma, as funções de percepção e julgamento funcionam juntas para garantir que você faça o processamento mental suficiente antes de fazer um julgamento / decisão final.

Uma vez que é o trabalho da função auxiliar mantê-lo no caminho certo, dando-lhe conselhos quando você precisar, uma falha em prestar atenção a esse conselho muitas vezes resulta em manifestar aspectos negativos do seu tipo. Os seguintes pares compartilham as mesmas funções dominantes e inferiores, então veja a função auxiliar para ver qual tipo você é observando o tipo de dados / critérios que você usa para a tomada de decisões:

Si Dominante: Critério de julgamento auxiliar de Te ou Fe?

Ni Dominante: Critério de julgamento de Te ou Fe auxiliar?

Ti Dominante: Critério de percepção de Se ou Ne?

Fi Dominante: Critério de percepção de Se ou Ne?

Se Dominante: Critério de julgamento de Ti ou Fi auxiliar?

Ne Dominante: Critério de julgamento de Ti ou Fi auxiliares?

Te Dominante: Critério de percepção de Si ou Ni?

Fe Dominante: Critério de percepção de Si ou Ni?

A função auxiliar não funciona exatamente da mesma maneira que uma função dominante, uma vez que está lá para atender os objetivos da função dominante. Seus objetivos e desejos são importantes para você, mas apenas na medida em que eles o ajudam a cumprir os objetivos e desejos do dominante. Se você está bastante confiante sobre suas funções de eixo dominante-inferior, então o auxiliar deve ser suficiente para se estabelecer com seu tipo verdadeiro.

Agora separe os links de cada uma das auxiliares que se identificou. Se tudo deu certo, foi apenas uma, senão separe todos.

Agora, após ter lido as descrições sucintas de cada auxiliar no corpo deste post, leia todos os links de cada uma das auxiliares que separou e depois passe para o PASSO 4

 

Sair da versão mobile