Eneagrama: Tipo 4 – Recomendações

Este guia visa apresentar a teoria e tipologia do Eneagrama. Os posts serão traduções e adaptações do original, que merece todos os créditos: Understanding Enneagram Practical Guide

Agora temos um Grupo no Facebook

 

RECOMENDAÇÕES PARA A PERSONALIDADE TIPO QUATRO

Não preste muita atenção aos seus sentimentos; eles não são uma verdadeira fonte de suporte para você, como você provavelmente já sabe. Lembre-se deste conselho: De nossa perspectiva atual, também podemos ver que um dos erros mais importantes que Quatros fazem é equipararem-se a seus sentimentos. A falácia é que, para se entenderem, eles devem entender seus sentimentos, particularmente os negativos, antes de agir. Quatros não vêem que o eu não é o mesmo que os sentimentos ou que a presença de sentimentos negativos não impede a presença do bem neles mesmos. Lembre-se sempre que seus sentimentos estão lhe dizendo algo sobre você como você é neste momento particular, não necessariamente mais do que isso.

Evite postegar as coisas até que você esteja “de bom humor”. Comprometa-se a um trabalho produtivo e significativo que contribua para o seu bem e para os outros, não importa quão pequena seja a contribuição. Trabalhar consistentemente no mundo real criará um contexto em que você pode descobrir a si mesmo e seus talentos. Na verdade, você será mais feliz quando trabalha, ou seja, ativando seus potenciais e percebendo a si mesmo. Você não se encontrará no vácuo, então conecte-se e fique conectado com o mundo real.

A auto-estima e a autoconfiança desenvolver-se-ão somente a partir de experiências positivas, independentemente de você acreditar ou não estar pronto para tê-las. Portanto, coloque-se no caminho do bem. Você pode sentir que você nunca está pronto para enfrentar um desafio de algum tipo, que você sempre precisa de mais tempo. (Normalmente, Quatros nunca sentem que eles são suficientemente “equilibrados e fortes”, mas eles devem ter a coragem de parar de adiar suas vidas.) Mesmo que você comece pequeno, comprometa-se a fazer algo que melhorará em você.

Uma auto-disciplina saudável assume muitas formas, desde as horas regulares de dormir até o trabalho regular para exercitar-se regularmente e tem um efeito de fortalecimento cumulativo. Uma vez que vem de você, uma autodisciplina saudável não é contrária à sua liberdade ou individualidade. Por outro lado, a sensualidade, as experiências sexuais excessivas, o álcool, as drogas, o excesso de sono e a fantasia têm um efeito debilitante sobre você, como você já sabe. Portanto, pratique uma autodisciplina saudável e mantenha-se nela.

Evite longas conversas em sua imaginação, especialmente se forem negativas, ressentidas ou mesmo excessivamente românticas. Essas conversas são essencialmente irreais e, na melhor das hipóteses, apenas ensaios de ação – embora, como você sabe, você quase nunca diz ou faz o que você imagina. Em vez de passar o tempo imaginando sua vida e relacionamentos, comece a vivê-los.

Fale abertamente com alguém com quem você confia. Não precisa ser um terapeuta, embora possa ser. Você precisa expressar seus sentimentos de forma espontânea e que alguém reaja honestamente. Você pode descobrir que você não é tão diferente quando pensa. Paradoxalmente, um dos modos mais seguros de “encontrar-se” é estar num relacionamento com outra pessoa.

O serviço comunitário de algum tipo tornará você menos consciente e lhe dará uma perspectiva melhor sobre si mesmo. Há coisas boas em você que você manteve escondido, possivelmente mesmo de você mesmo. Descubra o que eles estão envolvidos no serviço prático.

Não sucumba à auto-piedade ou a reclamar sobre seus pais, pensamentos sobre sua infância infeliz, seu passado insatisfeito, seus relacionamentos fracassados ​​e como ninguém entende você. Alguém provavelmente o entenderá caso faça um esforço real para se comunicar. (Uma das suas reivindicações pouco saudáveis ​​é que você foi danificado por sua educação e, portanto, está isento de ter expectativas realistas de qualquer tipo colocado em você.) Use seu autoconhecimento para estar ciente dos verdadeiros efeitos de suas atitudes negativas.

Não leve tudo tão pessoalmente, pensando que todas as observações e críticas são destinadas a você. E, mesmo que ocasionalmente sejam, não fuja para sua mente. Afinal, uma observação crítica ou hostil não reflete toda a verdade sobre você. Geralmente, as pessoas estão muito ocupadas se preocupando com elas mesmas para examinar seus pensamentos ou comportamentos de forma tão detalhada. Em caso de dúvida, obtenha verificações de realidade dos outros – pergunte o que eles queriam dizer.

Cuidado com a dureza de sua auto-conversa. Você costuma dizer e fazer coisas para si mesmo que você nunca sonhou em dizer ou fazer para mais ninguém. Aprenda a notar as vozes internas do desprezo e da auto-rejeição que você entretém. Entretanto, por mais cliché que seja, se torne um amigo para você mesmo e trate-se tão bem quanto costuma tratar os outros. Levante-se e dê uma chance.

2 comentários em “Eneagrama: Tipo 4 – Recomendações

  1. Eu não vou mentir, eu não gosto muito de acreditar nessas coisas(MBTI, enegrama…), porém muitas das coisas ditas no texto parecem muito comigo e coisas que eu preciso melhorar e são dicas muito boas mesmo. Parabéns pelo texto.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: