Eneagrama: Tipo 1 – Recomendações

Publicado por

Este guia visa apresentar a teoria e tipologia do Eneagrama. Os posts serão traduções e adaptações do original, que merece todos os créditos: Understanding Enneagram Practical Guide

Agora temos um Grupo no Facebook

 

RECOMENDAÇÕES PARA A PERSONALIDADE TIPO UM

Aprenda a relaxar. Tire algum tempo para si mesmo, sem sentir que tudo depende de você ou que o que você não realiza irá resultar em caos e desastre. Felizmente, a salvação do mundo não depende só de você, mesmo que às vezes possa sentir que sim.

Você tem muito para ensinar aos outros e provavelmente é um bom professor, mas não espere que outros mudem imediatamente. O que é óbvio para você pode não ser tão óbvio para eles, especialmente se eles não estiverem acostumados a serem autodisciplinados e objetivos sobre si mesmos como você é sobre você. Muitas pessoas também podem querer fazer o que é certo e podem concordar com você à princípio, mas por várias razões, elas simplesmente não podem mudar imediatamente. O fato de que outros não mudam imediatamente de acordo com suas receitas não significa que eles não mudarão em algum momento no futuro. Suas palavras e, acima de tudo, seu exemplo pode fazer mais bem do que você percebe, embora essa forma de ensinar possa demorar mais do que o esperado. Então tenha paciência.

É fácil para você se incomodar sobre as falhas dos outros. E às vezes pode ser verdade que eles estão errados. Mas o que isso faz por você? Sua irritação com eles não fará nada para ajudá-los a ver seu ponto de vista. Da mesma forma, cuidado com sua constante irritação com suas próprias “falhas”. Sua própria dura autocrítica realmente ajuda você a melhorar? Ou simplesmente faz você ficar tenso, nervoso e se auto-duvidar? Aprenda a reconhecer os ataques de seu superego e como eles o prejudicam ao invés de ajudá-lo.

É importante que você entre em contato com seus sentimentos, particularmente seus impulsos inconscientes. Você pode achar que está desconfortável com suas emoções e seus impulsos sexuais e agressivos – em suma, com seu lado instintivo e imperfeito, que nos tornam humanos. Pode ser benéfico fazer terapia ou entrar em algum tipo de terapia grupal ou outro trabalho grupal tanto para desenvolver suas emoções quanto para ver que outros não o condenarão por ter necessidades e limitações humanas.

O calcanhar de Aquiles é a sua ira auto-justificada. Você se irrita facilmente e se ofende com o que parece ser a recusa perversa de outros para fazer o que é certo – como você o definiu. Tente retroceder e ver que sua raiva aliena as pessoas, de forma que não podem ouvir muitas das coisas boas que você tem a dizer. Além disso, sua própria raiva reprimida pode muito bem estar lhe dando uma úlcera ou pressão alta e é um presságio de coisas ruins que virão.

Uma das coisas mais difíceis que Um’s precisam aprender é permitir que as pessoas sejam como são e tomem decisões por conta própria. É tentador dizer às pessoas o que você acha que deve fazer – e, embora possa estar certo, suas boas intenções podem se desviar quando você tenta impor regras ou princípios a cada situação. Atuar sabiamente envolve saber o quanto dizer e quando dizê-lo; Isso implica saber o que o seu ouvinte pode aceitar e aprender, e isso nunca pode vir de um conjunto de regras. Os pensamentos mais sábios não são bons, a menos que outros estejam prontos para ouvi-los. Portanto, deixe a sabedoria viva ser seu guia, não suas regras ou sua “correção”.

Ouça os outros: eles também estão certos. E, mesmo que não o estejam, quase sempre há um pingo de verdade ao ponto de vista que estão expressando. Ao ouvir os outros, você não só aprenderá mais, mas se tornará um professor mais informado e sensível. Quando você fala, outros saberão que estão ouvindo um ser humano, não uma máquina lógica.

Os perfeccionistas deixam os outros loucos. Provavelmente não existe uma maneira única e absolutamente correta de fazer tudo, desde a lavagem dos pratos até o modo de passar uma camisa, ou a colocação de um jardim, para todas as outras atividades da vida. Muitas coisas podem ser feitas de forma diferente sem desvantagens. Além disso, o perfeccionismo que não é mais do que uma falta de segurança que mina a confiança que os outros têm em você quando você os informa sobre algo realmente importante. Em suma, é necessário discriminar entre aqueles momentos em que a perfeição é um padrão útil e quando não é.

Os Um’s não saudáveis tendem a ser obsessivos em seus pensamentos e compulsivos em suas ações, e até mesmo os medianos começam a manifestar elementos desse tipo de comportamento. Tente resistir ambas as tendências assim que você tomar conhecimento delas; se cedido, eles o levarão a um comportamento cada vez mais destrutivo. Em particular, esteja ciente do desejo de ordem e controle total de seu ambiente, pois é um indicador de outros transtornos mais escuros. (Uma ordenação exagerada é muitas vezes um deslocamento para o medo de perder o controle em alguma outra área da sua vida.) Tente descobrir o que realmente está incomodando você e enfrente esses problemas; Não desperdice sua energia nos mil pequenos aborrecimentos nos quais você costuma pensar.

Uma pessoa não precisa ser perfeita para ser boa. Dê a si mesmo a verdadeira satisfação de se tornar humano, não desumanamente perfeito.

 

 

Anúncios

Deixe uma resposta