Anúncios

Eneagrama 5: Infância

Este guia visa apresentar a teoria e tipologia do Eneagrama. Os posts serão traduções e adaptações do original, que merece todos os créditos: The Enneagram Institute e os livros de Riso-Hudson

 

Agora temos um Grupo no Facebook

Orientação Parental

Como resultado de suas experiências formativas, essas crianças tornaram-se ambivalentes em relação a ambos os pais. Cincos, como Dois e Oitos, estavam em busca de um espaço dentro do sistema familiar, um papel que eles poderiam cumprir através do qual conseguiriam proteção e nutrição.

Por qualquer motivo, porém, eles perceberam que não havia lugar para eles se adequarem – nada que eles pudessem fazer era desejado ou necessário para sua família. Como resultado, Cinco retirou-se da participação ativa na família para procurar algo que pudesse “trazer para a mesa”.

Cinco quer encontrar algo que eles possam fazer bem o suficiente para se sentir igual aos outros. Ao contrário de outros tipos, no entanto, uma vez que o medo oculto do Cinco é ser indefeso e incapaz, ele geralmente procura áreas de especialização que outros ainda não exploraram.

Em certo sentido, seu objetivo é focar na busca e domínio de assuntos e habilidades, até se sentirem confiantes o suficiente para “voltar ao mundo”. Enquanto isso, Cinco estabeleceu uma espécie de negociação não declarada com seus pais, que transfere para todos os seus relacionamentos subsequentes: “Não exija demais de mim e não vou pedir muito a você”.

Cincos sentem que eles precisam da maior parte de seu tempo e energia limitados para adquirir o conhecimento e as habilidades que eles acreditam torná-los capazes e competentes. Assim, Cincos medianos ressentem intrusões em seu espaço, seu tempo e certamente sobre si mesmos.

O que para outro tipo pode parecer uma distância confortável pode ser sentido como desconfortável para um Cinco mediano. Os motivos para isso podem referir-se ao sentimento de Cinco de não ter um lugar na família.

Eles podem ter se sentido atrapalhados ou figurativamente ou literalmente invadidos pelos pais. Seus pais podem ter nutrido erraticamente, ou podem ter sido emocionalmente perturbados ou alcoólatras ou travados em um casamento sem amor e, portanto, não são fontes confiáveis ​​de amor e tranquilidade.

O resultado é que essas crianças se tornam ambivalentes não apenas em relação a ambos os pais, mas ambivalentes em relação ao mundo. Cincos tentam resolver sua ambivalência ao não se identificar com nada além de seus pensamentos.

Eles sentem que seus pensamentos são “bons” (isto é, correto e podem ser identificados de forma segura), enquanto que realidade externa é “ruim” (e, portanto, deve ser observada de forma vigilante), para que possa ser repelido em um primeiro aviso. Em Cincos medianos e não saudáveis, a sensação de estar “lotado” pode ter resultado na sensação de estar inseguros em seus corpos.

Eles se tornam profundamente distantes, indiferentes ao conforto físico e extremamente cerebrais, como se a qualidade de sua existência material fosse irrelevante para eles. Cincos temerosos estão dispostos a abandonar muitos confortos e até mesmo necessidades, a fim de proteger o espaço e o tempo que eles sentem que precisam para prosseguir seus interesses – ou seja, as áreas que estão tentando dominar.

Eles continuam a achar seus pais, o mundo e outras pessoas fascinantes e necessárias, mas também sentem que eles devem manter tudo e todos a uma distância segura para que eles não corram o risco de serem sobrecarregados por alguma força externa.

Assim, o jeito que eles pensam – seu “estilo cognitivo” – Cinco criou um dualismo rígido entre eles e o mundo: eles vêem tudo como essencialmente dividido em duas áreas fundamentais – o mundo interior e o mundo exterior, sujeitos e objetos, o conhecido e o desconhecido, o perigoso e o seguro, e assim por diante.

Esta divisão nítida entre eles como sujeitos e o resto do mundo como objetos tem enormes ramificações durante toda a vida.

Anúncios

Deixe uma resposta

Powered by WordPress.com. Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: