Se vs Si

Publicado por

Agora temos um Grupo no Facebook

Vamos hoje tentar notar as diferenças entre a Percepção Extrovertida (Se) Percepção Introvertida (Si).

Como sempre, estou me baseando nos estudos e em pessoas que conheço, no caso, 2 ISTJs, 2 ESTJs, 1 ISFJ para Si, e 2 ESFPs, 2 ISFPs para Se.

Primeira coisa bem fácil de notar é que Se vive no presente, e está preocupado com o que funciona na prática. Não é dada a fazer grandes viagens interiores, profundas reflexões, e longos estudos, a não ser que estejam ligados à obter mais meios de conseguir as coisas (materiais) ou experiências que tanto tem vontade.

Na descrição vai parecer que Se é materialista, hedonista (vive em busca do prazer e evitar a dor), vaidosa, quer ser vista e admirada pelos outros, etc., e, é verdade mesmo. Então não fiquem bravos comigo, pois sou apenas o mensageiro, mas o que digo é que tem um motivo para isso, e as pessoas que criticam esse tipo de atitude nos outros, geralmente são àquelas que querem muito isso também, mas não conseguem.

Logo são cheios de mágoas, certa inveja, e tem rancor de outras pessoas que têm o que elas gostariam de ter e ser, e não podem. Eu particularmente acho que poucas coisas são ruins em absoluto, as demais depende do contexto, e para mim principalmente, de ser extremo ou não.

Vaidade em equilíbrio, é boa, assim como possuir coisas materias é importante para nosso conforto, prazer e segurança na vida. Só entendo que passa a ser um problema quando se torna exacerbada, começa a impactar outras áreas da vida, ou se torna numa distração que evita o foco no crescimento interior. (minha humilde opinião)

Sendo assim, Se quer viver no momento, descobrir tudo que se pode aproveitar, o que o mundo tem de melhor a oferecer, ter novas experiência sensoriais, prazeres físicos, e de beleza visual, como uma gostosa viagem, uma bela praia, um delioso jantar, bebidas, e de preferência que se esteja vestido à caráter para a ocasião. (Ainda mais se forem E, com Se dominante).

São muito observadores dos objetos e da parte externa das pessoas, eles avaliam as pessoas,  por exemplo, por como se portam e vestem, se a roupa é de bom gosto, combina, e é estilosa, por exemplo. Isso pode ser uma desvantagem, pois muitas vezes não se pode julgar o livro pela capa.

Se é uma função bem pés-no-chão e otimista, os ESFPs geralmente estão de bom humor, e quando não estão, evitam demonstrar para não diminuir o clima agradável da situação. Estão sempre animados para qualquer novidade, quem os chama para sair, dificilmente ouvirá um “não”.

Como o cerne da Se é a experiência sensorial e do momento presente, geralmente tem ótima coordenação motora, senso de beleza e estética, seja para se vestir, decorar uma casa, seja para realizar desenhos, arquitetura e pintura, pois isso que os SPs são os artistas, mecânicos e Artesãos do MBTI.

Por estarem bem cientes do seu corpo físico, da sua presença física no ambiente, e se preocupar com a aparência, são notados pelos outros nos ambientes que frequenta, apenas pela sua presença.

E eles gostam disso, e dedicam boa parte do seu tempo escolhendo, avaliando, ou fantasiando em comprar, roupas, acessários, carro ou moto estilosa, o perfume de marca, etc. Eles estão menos focados em aproveitar o que já tem, e mais focados em conseguir coisas novas.

Nesse ponto, Se se assemelha com Ne, que também se trata de buscar e viver novas oportunidades, porém para Ne seria de aprender coisas novas, e experienciar através da mente essas coisas novas, não tanto focada no prazer sensorial e sensual da experiência.

E o lado bom disso, é que são muito guiados à objetivos, destemidos, tem menos medo de correr riscos, e por isso, muitas vezes vão mais longe e alcançam objetivos que para os outros pareceria “impossível” ou que seria muito trabalho. Uma frase que sintetiza o espírito Se seria: “Quem não morre, não vê Deus!”.

Logo para quer ter medo? Se não arriscarmos ficaremos sempre presos na zona de conforto. Eles são os mercantes da rota da seda, desbravadores, o primeiro a se candidatar para a viagem á marte quando ela estiver disponível, que pulam de para-quedas, bungee jumping, asa-delta, wind-surf, etc.

Se são os grandes navegadores, desbravando os 7 mares, adentrando em regiões desconhecidas, encontrando povos estranhos… 

Pois nesse mesmo momento, Si estaria sã e salva em terra firme, lá em Portugal ou Espanha, fazendo a contabilidade e certificando-se de guardar o tesouro conseguido pelos Se á sete chaves e atualizando seus livros caixa. 

Esses tipos de atividade que seriam extremas para outros tipos, atraí demais os SPs, pois juntam várias das coisas mais importantes para eles: Nova experiência, o despertar de sensações extremas no corpo, a beleza visual da natureza ou do local, e olhar o risco nos olhos, e rir da cara dele!

Os pontos negativos disso podem ser que por conta dessa busca pelo prazer, não deem valor ao que já possuem. Então podem gastar mais do que devem, não se ater tanto à sua saúde, serem impulsivos e com isso correr riscos desnecessários e até sofrer as consequências disso.

Se entediam facilmente, então pode ser difícil de levar à cabo planos a longo prazo, relacionamentos à longo prazo, falta de disciplina pois querem muito, e rapidamente, e de preferência sem muito esforço, logo se entediam antes de terminarem certas tarefas ou concluir seu planos a longo prazo, pois algo mais excitante apareceu para ser vivido naquele momento, logo, depois eu vejo isso… uhu!!!…bora!!!…

Geralmente Se, se preocupam em fazer academia, e trabalhar seus corpos, mas percebo que mais pela aparência  ou prazer físico na atividade ou para testar seus limites, que pela saúde.

E como sentem-se confortáveis com o risco, podem treinar mais do que deveiam, usar substâncias para atingir aquele ideal de beleza ou conseguir seu objetivos mais rapidamente, e assim sendo, podem sofrer as consequências disso. Paciência, é uma característica que Se não tem em abundância.

Outro ponto é que como gostam de serem notados, se impor, e conseguir concretizar seus objetivos, são em geral, bem assetivos, o que é um traço bom. Se tem atração por esportes de combate e competição, porque também satifaz várias vontades dela numa coisa só, como, o desejo de ser visto e admirado (quando ganham), de sentirem-se “foda” por terem subjulgado um oponente, sensasões e dedicação físicas extremas, superar a si mesmos fisicamente, etc.

Quando em stress ou situações extremas, podem torna-se violentos ou tentar coagir ela força, não necessáriamente física, mas impondo sua vontade, deixando claro o quanto aquilo é sério através da sua expressão facial, mudança de postura corportal, gesticulando e aumentando muito o tom de voz. Enquanto Te tenta convencer pela argumentação, Se visa convencer (ou vencer) pela intimidação.

Bom agora que tivémos uma visão geral de Se, como seria Si, e quais os contrastes entre as duas?

Como nas outras combinações, em geral a versão introvertida da função, seria em parte quase o oposto da verão extrovertida.

Ambas são focadas na experiência sensorial, porém Se é mais interessado na novidade, no que há de novo para experimentar, já Si é muito mais detalhista nas suas observações e focada no que já viveu e no que lhe é familiar.

Si não “vive no momento”. Si é uma função extremamente lenta, assim como Ni, porque ambas absorvem seu entorno, porém não tomam as decisões, e consequentimente, suas ações, baseados nesse input do presente, em real-time, e sim, precisam se retirar para “ruminar” sobre tudo aquilo que foi sentido, experienciados e vivido, para ponderar (as vezes muito tempo), depois tomar a decisão, e só depois ainda voltar à cena para atuar e realizar sua ação. As vezes inclusive perdendo a oportunidade por isso.

Enquanto Ni faz isso com seus “arquétipos”, com as generalizações abstratas que foram feitas de acordo com suas expeirências passadas, Si faz isso mais concretamente, através da memória real e concreta do que já lhe aconteceu no passado.

Perceba que as funções Perceptivas tem características em comum, as extrovertidas, buscam o novo e o externo, sejam abstrações e o potencial nas coisas e pessoas e com foco no futuro (Ne), ou experiências e sensasões físicas e com foco no presente (Se).

Já as introvertidas, buscam projetar e premeditar como as coisas se desenrolarão no futuro, baseada nas abstrações e impressões generalizadas do passado (Ni) ou se preparar e se resguardar do futuro incerto, baseado em suas experiências concretas e reais do passado, armazenadas em sua memoria (Si).

E aqui, faço um adendo importantíssimo na minha visão, é exatamente o cerne principal da Ni ou Si unhealthy. Como ambas se baseiam em experiências passadas para projetar o que ocorrerá no futuro, e com isso, tomar ou não suas decisões, e agir de tal ou qual forma, caso as experiências no passado tenham sido traumáticas, prejudiciais, se a criação pelos pais foi danosa, se sofreu bullying, teve decepções amorosas e nas relações com outras pessoas, se já teve alguns fracassos na vida, não teve êxito em algumas de suas empreitadas, é muito fácil para as duas generalizarem e achar que o futuro será como o passado, e sendo assim, “nada”, “nunca” vai dar certo, “ninguém” é confiável, “porque” eu entraria novamente num relacionamento, se “sempre” deu errado, porque “todas” as pessoas são isso ou aquilo. Se duas pessoas não me amaram ou me decepcionaram, logo, “todas” farão isso, melhor me resguardar. Se “tudo” o que já fiz deu errado, melhor não tentar novamente.

Esse é um cuidado sério que precisa ser tomado pelos usuários de funções perceptivas introvertidas, pois quando unhealthy são extremamente temerosos, pessimistas, tem a visão de um futuro incerto e negro, e são altamente resmungões.

E por isso, esse trabalho é árduo, e que pode durar uma vida toda, para remover essas crenças limitantes e começar a ver o futuro mais otimisticamente. 

Por conta de experiências desagradáveis, falhas, fracassos, e traumas, as funções perceptivas introvertidas acabam limitando a si mesmas, suas relações, seus sonhos, sua força para ir atrás dos seus objetivos. E isso está errado, porque o futuro NÃO precisa se asselhar ao passado, você é o piloto da sua vida, e a princípio, dentro da coerência, claro, você pode alcançar qualquer objetivo que queira, e ser qualquer pessoa que sonhe ser.

Quem tem Si como função no primeiro grupo, terá o temperamento SJ, logo muitas dessas características se aplicam.

Si é muito responsável, entende que na vida temos centenas de tarefas a serem realizadas e que cada um precisa fazer a sua parte, e ela, mais que nenhuma outra, pega sua parte do fardo, sem reclamar, e o leva diligentemente até a sua conclusão.

Como a percepção é introvertida, e devido a ter passado a vida se especializando em ruminar sobre os eventos concretos, desenvolve uma ótima memória sensorial, muito detalhista, e paciente e meticuloso para realizar suas tarefas.

Por isso odeia mudanças rápidas de escopo, mudança de planos, e imprevistos. Quer irritar um Si, inclua variáveis que ele não havia previsto, e os faça ter que revisar e ruminar totalmente e novamente seu plano inicial, o qual ele já havia dedicado horas para desenhar e para sentir-se confiável que era o mais coerente e com menos problabilidade de dar errado.

A ordem e organização são muito importantes para eles, e por isso, os ESTJs, são bons organizadores de tarefas para os outros, e os ISTJs são bons e meticulosos em organizar as próprias tarefas e trabalho.

Os ISFJs por outro lado, são ótimos em organizar sua vida pessoal e das pessoas que eles amam. ISFJ é o próprio arquétipo do que era a mãe e esposa perfeita dos anos 50 e 60, a guardiã do lar, que dedica todo seu tempo para cumprir seu papel, ajudar e certificar-se que cada membro da sua família estivesse bem, confortável, seguro e feliz.

Por conta disso, são muito confiáveis. Se eles te fizeram uma promessa, farão de tudo para cumpri-la. Mas ao contrário do INFPs que cumprem suas promessas porque tem que respeitar seu código abstrato de ética e estão preocupados em que tipo de pessoas seriam se não cumprissem suas promessas (dica: péssimas pessoas), os SJ cumprem suas promessas porque respeitam e prezam todos os papéis que assumiram para si mesmos, seja funcionário, pai, marido, brasileiro, membro da igreja ou grupo, estudante, etc. Se há um papel, então eu preciso cumpri-lo na melhor das minhas habilidades e com toda a dedicação possível.

Por causa do exposto acima, e ao contrário da Se, Si é aversa ao risco. O foco dela é preservar o status quo. Enquanto Se está querendo mais, e nunca está satisfeita, pois uma vez possuído, aquilo perde a graça (para o azar de alguns dos parceiros dos SPs), os SJs estão muito mais preocupados em manter o que já foi conseguido, e não por nada daquilo, que deu muito trabalho para ser conseguido, em risco. E por isso podem parecer muito temerosos, medrosos, apegados e cabeças-dura para os outros tipos, ainda mais quando tem Si dominante.

E sendo assim, também são de certa forma materialistas. Mas não como Se que é pois se entedia do que tem, pelo próprio prazer de possuir e pelo prazer estético das coisas, e sim em busca de apaziguar sua ansiedade perante ás inseguranças e incertezas da vida. 

Para a Si, tranquilidade = segurança = paz = felicidade. Eles se sentem seguros em possuir o bastante para não ter que se preocupar com os revezes da vida. Por isso dão muito valor á propriedades, possuir casa, carro, um bom e estável emprego e principalmente poupar dinheiro. Ter dinheiro guardado é uma fonte de intensa segurança e satisfação para os SJs, e eles não sentirão que é problema se privar de prazeres no momento presente para poupar para um futuro, na visão deles, incerto. 

Ao contrário de Se tende a preferir gastar por medo de perder a oportunidade no presente. Perder oportunidades é um dos medos de Se. 

A estória da cigarra e da formiga foi escrita por um SJ. Só que na vida real a formiga (SJ) gosta e fica feliz de ver a as cigarras que não se preperaram para o inverso, sofrerem as consequências disso, para “aprenderem”. 

Entendam que para Si, The winter is coming…always…Então melhor se preparar. 

Dão muito valor à família e tradições familiares, espero que tenha ficado claro o porque. Para Si o senso de pertencer à algo maior que ele é importantíssimo.

Pertencer á uma família, instituição empresarial ou familiar, religião, empresa, país, pátria, etc. E uma vez que sentem parte daquilo, farão de tudo para manter aquela instituição de pé. A pior coisa para Si é ver seu mundo ruindo debaixo dos seus pés, Si por si só abomina o novo.

Melhor um marido ou esposa capenga que perder ele, e correr o risco de nunca mais achar ninguém, nem medíocre como esse que já tenho.

Melhor manter o emprego chato e deprimente, que procurar outra opção melhor, pois pelo menos este está colocando comida na barriga dos meus filhos.

Para que arriscar em investimentos duvidosos e que dão mais lucro?  Melhor se ater á investimentos que já passaram pelo teste do tempo.

Aliás, o “teste do tempo” é a principal medida para Si, melhor deixar as outras pessoas mais “sem noção”  ou “desmioladas” se arriscarem primeiro, se várias fizerem e não se derem mal, aí, quem sabe, posso cogitar em tentar. E essa é a regra que Si usa para avaliar tudo, principalmente o novo.

Similarmente à Se, também adoram experiências sensuais e sensoriais. Porém com intensidade e motivação bem diferente. Eles fazem esporte ou atividades na natureza não pela adrenalina, mas para sentir cada detalhe da experiência.

Lembre-se, Si gosta tanto de viver a experiência quanto gosta de revivê-la e ruminar sobre ela mais tarde. Por isso que eles adoram tirar e guardar fotos, cartas, e-mails ou qualquer coisa que lhe foi importante e causou alguma emoção ou sensação, para podê-los reviver mais tarde.

E por isso que costumam frequentar os mesmos lugares, restaurantes, comer as mesmas comidas, se cercar das mesmas pessoas, familiares e amigos. Porque no fundo o que Si quer, não é viver uma experiência como Se, e sim REviver uma experiência. Si é do tipo, não provei, mas não gosto. Igual crianças com seu brócolis. Eles precisam experimentar as coisas aos poucos, e ir se familiarizando, é uma função que quanto mais faz alguma coisa, mais repete a experiência, mais passa a gostar daquilo. Ou seja, gosta do familiar e não tanto da “novidade”.

Pois um gosto, cheiro, toque, imagem, invoca em sua aguçada memória as mesmas sensações e emoções que viveram na época, e é quase como que tivessem novamente sido transportados para aquela ocasião e permitidos revivê-la.

Então são mais fãs de atividades mais light, como caminhadas na natureza, eles adoram jardinagem, esportes  mais calmos e lentos, que os permita saborear cada sensação sem pressa, para que possa armazená-la em sua memória sensorial.

Como a perpecção é interna, são muito preocupado com a saúde, muitos XSFJs inclusive, as vezes seguem carreira na área da saúde, pois satisfaz vários de seus desejos: ajudar os outros, prezar pela vida e saúde e status quo das pessoas, tarefas rotineiras, e contribuir para o bem estar e felicidade dos outros.

E por isso em geral, um Si faria academia, não para ficar com o corpo delicioso e “cair bem naquela roupa” como Se almeja, e sim para manter à saúde, e sendo assim, treinaria com mais calma, e em atividades que promovam mais a saude física e mental que o desgaste, testar, e superar seus limites físicos e mentais. Também não são tão competivivos, mas as vezes arrogantes em aceitar que os outros estão certos e eles errados.

Num lado mais negativo, essas qualidades, podem ser a fonte de seu pesssimismo, inflexibilidade, teimosia, cabeça-dura, e enchurrada de críticas e resmungos.

Pois como não gostam de mudanças, porque em qualquer mudança há um ou mais “riscos” embutidos, e como já deve ter ficado claro, Si por si só, abomina o risco, qualquer pessoa que venha com ideia novas, ameaçe alterar o statu quo, sacudir os alicerçes atuais, é recebido com uma enxurrada de críticas, pessimismos, questionamentos, reclamações ou resmungos. Acredido que o autor de “Quem mexeu no meu queijo” estava falando sobre ISXJs rs.

Eles geralmente são teimosos e querem ter sempre a última palavra sobre as coisas. Não gostam de ser convencidos pelos outros, ainda mais quando a ideia deles é muito diferente das suas, e caso sejam obrigados à isso, porque tem um cargo mais baixo, uma autoridade menor, ficarão com rancor da pessoa, inconformados, e esperarão com empolgação o momento daquela ideia que era diferente da dele dar errado, para poderem rir. Si é meio rancorosa e vingativa.

Eles preferem manuais detalhados, regras claras, e de preferência imutáveis, pois são lentos em sua análise, pois querem ter certeza que não haverá erros, não correrão riscos, não há furos, que as tarefas e passos estão claros, tudo está acordado entre todas as partes, etc.

Já que vamos mudar, que pelo amor do Big Bang, que pelo menos essa mudança seja lenta, pequena, calma, e com muuuita deliberação e análise.

E quando finalmente chegaram à uma conclusão, odeiam mais que a morte, e evitam mais que a peste negra ter que mudar esses planos e novo e suado status quo.

Que fique claro que estou falando apenas na função Si, os tipos, como sabem, tem outras 3 funções, que equilibram e deixam a pessoa mais redonda, e menos extrema em todas as características.

O lema de Si poderia ser: Faça o que quiser, mas pelo amor, não mexa no meu queijo! Me custou muito caro e muito tempo para conseguí-lo e acumulá-lo. rs

Si, como qualquer introvertido é menos “exibido” e busca estar menos na vanguarda ou numa posição em que possa ser julgados e criticados. Os ISTJs e ISFJS principalmente, são mais resguardados quanto à isso. Já os ESXJs são bem mais assetivos, atuantes no munto externo, mandões, rápidos e ansiosos para realziar suas tarefas. A Si por si só, como todas as funções introvertidas, não é uma função que quer “acontecer” no mundo, são mais introspectivas e analíticas.

Enfim, o ponto mais importante que diria para usuários de Si (como eu mesmo na terceira posição) é para tomar cuidado com o que é armazenado em nossa memória Si.

Caso as experiência sejam armazenadas de forma distocida, irreal, não saudável pode causar sérios problemas na autoestima, visão da vida, do mundo e das pessoas que passamos à ter.

Claro, porque se nos baseamos nas experiências passadas para projetar o futuro, e se essas experiências foram ruins, e muito pior, foram armazenadas de forma distorcida e não saudável pela Si, perderemos muito tempo e felicidade na vida ruminando sobre nossos erros, injustiças que sofremos, em como o “mundo é mal e defeituoso”, em como as relações ou pessoas são assim ou assado, não percebendo que o problema não está no mundo, e sim na lente de nossos óculos.

É a lente que está toda riscada, e não o mundo, nós mesmos e a vida que tem vários defeitos. E corrigir e ressignificar essas lembranças e memórias, é imperativo para a Si unhealthy restabelecer sua saúde, equilíbrio, otimismo, e felicidade.

E com isso ter forças e ânimo para mudar a si mesma e deixar nossa marca no mundo…

Quer ver outras comparações interessantes? Obviamente!

Anúncios

Deixe uma resposta