Artesãos (SP): Inteligência Tática

Publicado por

Este post visa explicar os 4 temperamentos descritos por David Keirsey, PhD. Para isso traduzirei partes na íntegra, adaptarei e complementarei com algumas outras informações.

Esta série de posts são traduções na íntegra do livro Please Understand Me II de David Keirsey, PhD.

Agora temos um Grupo no Facebook

Introdução

O temperamento é um conjunto de traços de personalidade observáveis, tais como hábitos de comunicação, padrões de ação, conjuntos de atitudes, valores e talentos característicos. Abrange, também, as necessidades pessoais, os tipos de contribuições que os indivíduos fazem no local de trabalho, assim como o papel que desempenham na sociedade. David Keirsey, PhD identificou quatro temperamentos básicos, são eles: Artesãos (SP)Guardiões (SJ)Racionais (NT)Idealistas (NF).

Cada temperamento tem suas próprias qualidades e deficiências, forças e desafios. O que explica essas diferenças? Para usar a ideia de temperamento mais eficazmente, é importante entender que os quatro temperamentos não são simplesmente coleções arbitrárias de características, mas brotam de uma interação das duas dimensões básicas do comportamento humano: nossa comunicação e a nossa ação (nossas palavras e nossa ações), ou, simplesmente, o que dizemos e o que fazemos.

O Intelecto Tático

O que os Artesãos mais fazem, e fazem melhor, é trabalhar com seus arredores imediatos e de forma tática. Tática é a arte de fazer movimentos para melhor se posicionar no aqui e agora, sejam esses movimentos rápidas pinceladas à óleos em tela, pilotar em condições difíceis, passes rápidos na quadra de basquete ou incursões rápidas no campo de batalha.

Na verdade, os líderes de batalha SP não são diferentes dos pintores, pilotos ou atletas SP, pois todos eles estão sempre buscando oportunidades, sempre procurando o melhor ângulo de abordagem, e assim são capazes de chegar à essa ação particular que no momento, que a dá eles uma maior vantagem, e nisso consiste e garante sucesso.

Robert E. Lee, George, Patton e Erwin Rommel, foram todos brilhante líderes táticos, capazes de observar os menores detalhes em seus arredores imediatos, a menor mudança em primeiro plano ou no pano de fundo, o que lhes permitiu entender
o momento e explorar totalmente todos os recursos disponíveis.

Com o ouvido no chão e o dedo no pulso da batalha, eles podiam localizar uma abertura, pressentir uma oportunidade, com isso, atingir a vitória. A inteligência tática, no entanto, não precisa ser confinada à academia, ao cockpit, ao estúdio de arte ou o campo de batalha. Os Artesãos são também grandes artistas, estrelas como Judy Garland, Louis Armstrong, Marlon Brando, Bob Hope, e Gene Kelly.

Eles também são talentosos nos negócios e líderes políticos como, John DeLorean e Rupert Murdoch, por exemplo, e Winston Churchill, Theodore e Franklin Roosevelt, John F. Kennedy e Lyndon Johnson, apenas para nomear alguns. Além disso, a percepção aguda dos Artesãos faz com que sejam exploradores naturais, ou os melhores forrageiros dentre os quatro temperamentos, aqueles com uma estranha habilidade para localizar todos e quaisquer recursos disponíveis, e como pode utilizá-lo ou retirar algum tipo de lucro neles.

Seja no campo de batalha ou no palco, na arena corporativa ou no arena política, os SPs estão ocupados fazendo manobras com equipamentos de todos tipos, desde pincéis até bolas de basquete, de aviões à tanques, e até cantores, dançarinos e atores chamam sua voz ou seu corpo de seu “instrumento” e os comediantes descrevem sua habilidade com a audiência como: “estarem trabalhando a plateia”.

Os Artesãos podem lidar com seus equipamentos de forma acelerada ou improvisada.
Mas no fim das contas, eles estão interessados ​​em primeiro lugar, em trabalhar com equipamentos, habilidades práticas, no agora, e aprimorar as habilidades que são adquiridas através prática.

Nenhuma prática, nenhuma habilidade – Muita prática muita habilidade.

Qualquer habilidade desaparecerá gradualmente caso não seja praticada, e nisso consiste a determinação dos SPs, pois se põe a trabalhar diligentemente e disciplinadamente para aprimorar mais e mais suas habilidades.

A célula neural não é diferente da célula muscular neste quesito. Use-a ou a perderá, essa é a lei inviolável da natureza. Além disso, há uma relação de feedback entre interesse e habilidade. Nós melhorarmos ao fazer coisas nas quais estamos interessados ​​em fazer, e temos maior interesse nas coisas que fazemos bem.

O interesse reforça a habilidade, a habilidade reforça o interesse. Assim, o interesse vitalício dos Artesãos na ação tática alimenta seu exercício diário de habilidades táticas, e sendo assim, sua habilidade aumenta, e por conta disso, aumenta também seu interesse, numa retro-alimentação, que promove a evolução contínua.

No gráfico a seguir, podemos ver que os Artesãos são mais aptos na inteligência tática que na logística, e dão menos valor à estratégica e diplomática.

SP_Inteligencia

Há uma razão pela qual o perfil SP é a imagem espelhada do temperamento NF. Os SPs são concretos como os SJs e, portanto, são susceptíveis a praticar algumas daquelas operações logísticas concretas às quais os SJs tendem a ser tão bons.

Além disso, os SPs são utilitários como os NTs e, portanto, são susceptíveis a praticarem algumas das operações utilitárias envolvidas no planejamento estratégico. Assim, dependendo das circunstâncias, a inteligência logística e estratégica provavelmente se desenvolverão no SP, os deixando quase com a mesma habilidade em ambas.

Mas não tendo nada em comum com os NFs, os SPs tendem a negligenciar as operações diplomáticas, que geralmente vem num quarto lugar distante na corrida pelo desenvolvimento intelectual deles.

Variantes da função Tática

Embora todos os Artesãos tenham inteligência tática em comum, eles diferem
nos tipos de papéis táticos que eles gostam de praticar.

Em termos gerais, Artesãos estão interessados ​​em desempenhar o papel do que eu chamo de “Operador” ou “Animador”, e estes dão origem a quatro variantes de função tática,

  • Operadores
    • O Promotor (ESTP)
    • O Mecânico (ISTP)
  • Animadores
    • O Performer (ESFP)
    • O Compositor (ISFP)

SP_Inteligencia2

Táticos Operadores

Os Artesãos Operadores estão particularmente interessados ​​em agir de forma expedita,
isto é, usar as manobras ou instrumentos necessários para avançar seu atual propósito ou projeto. Curiosamente, a palavra “expediente” é derivada da atividade de libertar um pé que é pego em uma armadilha (ex = out + ped = pé). Mas a palavra veio gradualmente sugerir o inteligente movimento de alguém em uma situação que exige táticas oportunas, principalmente para aumentar as chances de sucesso, e raramente para diminuir a possibilidade de falha.

Esses hábeis operadores são mestres do uso expedito de qualquer coisa que possa ser adaptada às suas intenções imediatas, que é o mesmo que dizer que eles instintivamente sabem onde eles querem ir e a maneira mais rápida de chegar lá. Estes são também os SPs diretivos, o que significa que, para obter o que eles querem, eles não são nada tímidos sobre dizer aos outros o que fazer.

Os Operadores fazem seus movimentos em dois papéis, atuando como o expressivo
Promotor ou o reservado Mecânico.

Os Promotores colocam energia ilimitada para persuadir os outros a comprarem seus produtos ou aderirem aos seus empreendimentos. Com todo o seu encanto, esses “operadores suaves”, como são chamados, são capazes de anunciar, impulsionar, convencer, seduzir, induzir, atrair, divulgar, publicar, proclamar, conversar, e balançar as situações.

Todas essas ações, podem ser pensadas ​​como ações táticas para avançar os interesses dos promotores, seja elas em vendas, desenvolvimento imobiliário, política, produção de show-business ou negociação industrial – qualquer ocupação que exija ganhar a confiança dos outros.

Os Mecânicos, por outro lado, se concentram nas ferramentas, implementar, mecanismos, ou instrumentos empregados para fazer um trabalho. Estes silenciosos, e muitas vezes solitários, Operadores conhecem e sabem como usar, seja qual for o equipamento, efetivamente, para cumprir a tarefa em questão.

As ações desse tipo de tática por sua própria natureza, exige consciência desses instrumentos e dos recursos que estão por perto, disponíveis e como eles podem ser modificados para atender o propósito, independentemente de como eles são convencionalmente definidos, ou o qual era o uso inicial para o qual havia sido criado.

Assim, o Mecânico, dependendo de sua experiência, pode habilmente fazer coisas como barcos de vela, fazer procedimentos cirúrgicos, dirigir carros de corrida, lidar com
ferramentas eléctricas e manuais, operar motores de terra, empilhadeiras e guindastes, pilotar aeronaves, gadgets de trabalho, dirigir veículos, usar armas, e assim por diante, pois suas habilidades, podem ser utilizadas num grande espectro de aplicações.

Táticos Animadores

Outros Artesãos são moldados para improvisar obras de entretenimento. Esses animadores amigáveis ​​e informativos podem usar sem esforço quaisquer materiais que eles acham para criar suas obras de “arte”, para entreter, emocionar e se expressar. Eles sentem-se muito mais confortáveis compartilhando suas criações com outras pessoas do que dirigindo suas ações.

Como Operadores, os Animadores tem a habilidade tática de notar todos os detalhes sensuais de seus arredores e reagir espontaneamente, adaptando-se ao local, no impulso do momento. Eles conseguem utilizar o que está à mão para se adequar à sua intenção artística atual, e eles podem fazer isso Sem pré-planejamento.

Os Animadores apresentam suas obras de arte, e atuam em qualquer papel expressivo, seja como Performer ou no papel reservado do Compositor.

Os Performers praticam improvisar na frente dos outros, e assim eles ficam bons em demonstrar, exibir, mostrar, apresentar, encenar, promulgar ou exibindo suas habilidades artísticas, criando um show para os outros assistirem, fazendo uma tarefa extraordinariamente exigente, parecer como algo simples e natural, como numa dança de balé.

Os exemplos mais óbvios desses virtuosos Performers são, naturalmente, os grandes atores artesãos, cantores, dançarinos e comediantes. Mas eles também se destacam em ocupações menos glamorosas, como nas vendas no varejo, imobiliárias, primárias e secundárias, ensino, relações públicas, políticas – onde quer que haja a necessidade de manipular habilmente uma audiência, faz parte da descrição do trabalho.

Já os Compositores, usam seus talentos para criar obras prazerosas em vez de
criar espetáculos para os outros. Muitas vezes trabalhando sozinho, o reservado Compositor faz arranjos, combinações, agrupamentos, misturas e similares, exercendo suas habilidades de improvisação ao detectar partes ou ingredientes e, em seguida,
encaixá-los e transformá-los em formas agradáveis.

Os exemplos mais óbvios do virtuosismo deles neste processo de síntese são alguns dos grandes compositores musicais. Mas Compositores qualificados se destacam em todos os empreendimentos estéticos, pintura, coreografia, direcionando filmes, escrevendo músicas, poemas ou romances, alta cozinhar, design de moda, decoração de interiores, paisagismo, perfumaria – qualquer ocupação que exija a atenciosa mistura de visões, sons, sabores, texturas, ou aromas.

SP_Inteligencia3

Quer saber mais sobre os Temperamentos? Sim! Claro que quero…

Anúncios

Deixe uma resposta