Anúncios

Eneagrama: Erros de identificação – Tipos 2 e 6

Este guia visa apresentar a teoria e tipologia do Eneagrama. Os posts serão traduções e adaptações do original, que merece todos os créditos: Enneagram Institute

Agora temos um Grupo no Facebook

 

Erro de identificação entre tipos 2 e 6

 

Este é um erro de tipificação bastante comum, porque estes dois tipos compartilham uma série de características essenciais. Ambos são calorosos e envolventes e querem ser apreciados – embora, mais precisamente, o Seis quer ter aprovação e apoio de outros, enquanto Dois quer ser amado e ser importante para os outros. Ambos se insinuam para as pessoas, embora o Seis faça isso por ser brincalhão e bobo, gracejando e provocando aqueles de quem querem provocar uma resposta emocional (protetora). O Dois mediano também se insinua, mas mais de uma posição implícita de superioridade – eles são calorosos e amigáveis, embora a implicação seja que eles estão oferecendo seu amor e amizade, sua aprovação e conselho, ao invés de que eles o buscam do outro, pelo menos no início.

Em suma, o tom de sensação de ambos os tipos é completamente diferente: Seis convida pessoas selecionadas cautelosamente em suas vidas, enquanto Dois joga a rede de seus sentimentos com mais liberdade e vê quem eles podem rastrear. O Seis quer criar parcerias com outras pessoas que os apoiem na tentativa de serem mais independentes, mas começam a sentir-se ansiosos se o relacionamento se funde demais ou se torna muito pegajoso. Dois quer estar perto dos outros, e quanto mais intimidade e fusão eles tiverem com seus entes queridos, melhor.

Ambos os tipos são emocionais, correspondendo aos tipos de sensação junguianos: o Dois é o tipo de sensação extrovertida (PT, 62-63) e os Seis, o tipo de sensação introvertida (PT, 222-223). Dois “usa seus corações em suas mangas” e são abertamente calorosos e demonstrativos sobre como se sentem com os outros. Seis, ao contrário, muitas vezes são ambivalentes sobre seus sentimentos, freqüentemente enviando sinais ambíguos e mistos para outras pessoas. À medida que se deterioram, os Dois medianos e menos saudáveis ​​se tornam cada vez mais encobertos em suas relações com as pessoas, tornando-se manipuladores ao mesmo tempo que escondem suas verdadeiras motivações mesmo de si mesmos. Em contrapartida, os Seis medianos e menos saudáveis tornam-se extremamente reativos (reação exagerada) e conscientemente confusos sobre seus sentimentos, tornando-se finalmente paranóicos.

Na verdade, os Seis são conscientemente atacados pela ansiedade, a indecisão e as dúvidas – e procuram confiar nos outros (especialmente algum tipo de figura de autoridade) para tranquilizá-los e ajudá-los a construir sua confiança e independência. Dois também são por vezes ansiosos, é claro, como todos os seres humanos são; no entanto, eles não são tão assaltados com dúvidas, nem consultam uma figura de autoridade para obter respostas. Pelo contrário, à medida que crescem em auto-importância, usualmente se tornam figuras de autoridade, dispensando conselhos sobre todas as questões da vida para as pessoas dentro de suas esferas de influência.

Em suma, Dois mediano a não-saudável acredita que eles só terão amor por ter outros dependendo deles, enquanto Seis mediano a insalubre cada vez mais teme tornar-se dependente dos outros, ao mesmo tempo em que se torna cada vez mais dependente. No final do Continuum, as diferenças podem ser observadas de forma muito clara entre o sofrimento psicossomático e a obsessão romântica do Dois insalubre, e a paranóia e ataques voláteis do Seis insalubre. Contraste Dois como Merv Griffin e Sammy Davis, Jr., com Seis como Johnny Carson e Mel Gibson.

Anúncios

Deixe uma resposta

Powered by WordPress.com. Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: