Anúncios

INFJ – Carreira

Os posts serão traduções e adaptações do original, que merece todos os créditos: Personality Junkie

 

INFJ Carreiras, Empregos, Cursos
Pelo Dr. AJ Drenth

O INFJ é hábil com as pessoas e gosta de ajudar os outros a resolverem seus problemas. INFJs muitas vezes ocupam postos no ensino, no ministério e no aconselhamento, escolhas de carreira que lhes permita orientar e apoiar os outros.

Como os INTJs, os INFJs não se opõem necessariamente a assumirem cargos de liderança. Sua principal estipulação é que eles estejam trabalhando para um fim que estejam alinhados com seus ideais. Por esse motivo, eles podem ser atraídos para o trabalho sem fins lucrativos, muitas vezes galgando posições de liderança em que eles fazem um pouco de tudo – contruindo a visão, escrevendo propostas de concessão, marketing, contratação, etc.

INFJ Desafios na Carreira

Os INFJs são levados a verem seus ideais produzidos por sua Intuição Introvertida (Ni), perfeitamente traduzidos na realidade. Uma das frustrações mais comuns dos INFJs é a disparidade entre suas visões idealistas e a forma menos do que ideal que as coisas tendem a transcorrer na realidade. Por exemplo, os interessados ​​em ensinar ou em política podem sentir suas mãos amarradas como resultado de práticas profundamente arraigadas ou estruturas de poder. O INFJ fica com a escolha entre passar suas vidas lutando com o que parece uma batalha árdua ou optar por um caminho de menor resistência.

Em resposta, alguns INJs podem tentar se contentar como meros produtores de ideais sem envolvimento direto com sua concretização. Em termos tipológicos, eles se concentram no N, minimizando a importância do S. Por isso, os INXJs são tão comuns entre os acadêmicos (especialmente INTJs), uma vez que o mundo acadêmico lhes permite desenvolver suas teorias de forma mais ou menos independente da sua aplicação. Os escritores do INXJs também aproveitam a oportunidade para expressarem seus ideais sem se preocuparem diretamente com sua aplicação.

Como os ENFJs, os INFJs geralmente estão menos interessados ​​em experimentos e métodos tentativa/erro em suas carreiras, ao contrários dos seus pares INFPs. Eles preferem estabelecer raízes sempre que possível, pois mudanças nas circunstâncias externas podem ser inquietantes para eles. Sua ansiedade em relação à instabilidade externa pode ser exacerbada por um clima econômico difícil, o que pode levá-los a se conformar com empregos medíocres. Mesmo aqueles que preferem voltar para a escola ou fazer algo diferente podem evitar fazê-lo por causa de temores econômicos iminentes.

INFJ Interesses

Para orientar a nossa discussão sobre os interesses da carreira, vamos agora desenhar seis temas de interesse descritos por John Holland no Strong Interest Inventory. Os temas de interesse na carreira no sistema Holland incluem os domínios Realistas (R), Investigativos (I), Artísticos (A), Sociais (S), Empreendedores (E) e Convencionais (C), que às vezes são chamados de “RIASEC”. Depois de identificar o próprio domínios de interesse preferidos, essas letras podem ser combinadas de forma semelhante aos tipos de personalidade para formar um “Código de Carreira Holland” de várias letras (por exemplo, IAS, RAI). Isso pode ajudar os indivíduos a identificar sua melhor escolha na carreira.

Os INFJs costumam gravitar em atividades Sociais, Investigativas e Artísticas.

Indivíduos com interesses Realistas desfrutam de trabalho físico, hands-on, muitas vezes envolvendo máquinas. Eles podem assumir carreiras como ciência da computação, engenharia, arquitetura e construção. Aqueles atraídos para o trabalho Realista tendem a gostar de trabalhar com “coisas” mais do que as pessoas. Portanto, não é surpreendente que este domínio de interesse esteja correlacionado com uma preferência por Pensamento sobre o Sentimento. A pesquisa sugere que os tipos S, T e P são mais atraídos para o trabalho Realista do que os tipos N, F e J. Por isso, as INFJs tendem a evitar carreiras neste domínio de interesse.

O domínio da Investigativo incorpora interesses analíticos, científicos e acadêmicos. Os interessados no domínio Investigativo gostam de trabalhar com ideias, teorias, fatos ou dados. Com Fe, os INFJs geralmente estão menos interessados ​​nas ciências exatas (por exemplo, física) do que são nas ciências sociais (psicologia, sociologia, geografia, ciência política, etc.). Eles são mais propensos a exibirem interesses Investigativo-Artísticos (IA) do que os interesses do IR. INFJs com interesses IA ou AI comumente acabam nas ciências humanas, ciências sociais, filosofia, religião, teoria crítica, humanidades/artes liberais, jornalismo investigativo ou escrita não-ficção. Direito e medicina geralmente não são as melhores opções para os INFJs, pois essas profissões são mais adequadas para os tipos TJ.

Em conjunto com aqueles que exibem interesses Investigativos, indivíduos com interesses Artísticos têm frequentemente uma orientação intelectual ou cultural. O tema Artístico correlaciona fortemente a Intuição, bem como, em menor grau, Sentimento e Sensorial. O domínio do interesse Artístico requer pouca explicação. Ele captura aqueles com interesses não convencionais e criativos, incluindo atores, pintores, dançarinos, poetas, escultores, escritores, designers e outros. Não surpreendentemente, os tipos Artísticos são altamente representados entre estudantes que estudam artes e humanidades.

INFJs comumente possuem interesses Artísticos. Mesmo que não sejam grandes artistas, os INFJs podem escolher estudar as artes. Eles muitas vezes possuem gostos requintados e refinados, mostrando uma profunda apreciação pela qualidade artística de todos os tipos. Como N dominantes, a maioria dos INFJs são dotados de facilidade na linguagem e escrita. Como tipos J, seu estilo de escrita natural é bastante estruturado e analítico. Enquanto se mantêm em relação à poesia e à escrita criativa, sua aptidão pode ser ainda maior na escrita de não-ficção, seja crítica, analítica ou teórica.

Carreiras para INFJs

Indivíduos no domínio de interesse Social gostam de trabalhar com pessoas. Este domínio é frequentemente concebido como o oposto conceitual do domínio Realista, embora algumas pessoas gostem de trabalhar com pessoas e coisas. Os interesses sociais são comuns entre professores, profissionais de saúde, clérigos, formadores, profissionais de recursos humanos e cuidadores, para citar alguns. O domínio Social relaciona-se com preferências pela Extroversão e Sentimento. Entre as carreiras mais populares, empregos e cursos para INFJs, estão aqueles em religião/ministério, ensino/educação, aconselhamento em saúde mental e medicina/saúde.

Os dois últimos domínios da Holland, Empreendedor e Convencional, geralmente não são a primeira escolha para INFJs. O domínio Empreendedor implica a promoção de produtos, ideias ou serviços. Esses indivíduos tendem a ser persuasivos, assertivos e desfrutar de ambientes competitivos. Típicas carreiras Empreendedoras incluem vendas e marketing, negócios e gestão, direito, política, jornalismo, seguros e negociação de ações. Empreendedores, muitas vezes preferem Extroversão.

Indivíduos com interesses Convencionais gozam de trabalho administrativo. Eles saem-se bem com a manipulação de dados e são organizados e detalhados. Aqueles neste domínio geralmente preferem Sensorial (especialmente Si), Pensamento (especialmente Te) e/ou Julgadores. Assim, os ISFJs são tipicamente melhores ajustados para carreiras Convencionais do que os INFJs são.

O que se segue é uma lista de escolhas de trabalho/carreira da INFJ e majores da faculdade organizados de acordo com os domínios de interesse da Holland:

Carreiras Realistas (normalmente evitadas por INFJs)

Carreiras Investigativas

Filósofo/teólogo
Sociólogo, cientista político
Pesquisador ou assistente de pesquisa
Psicólogo: pesquisa, personalidade, Social
Jornalista
Designer instrucional

Carreiras Artísticas

Dramaturgo
Curador de arte/museu
Crítica: arte, cinema, literatura, comida
Editor, escritor (especialmente não-ficção)
Blogger

Carreiras Sociais

Aconselhamento/conselheiro/terapeuta
Psicólogo, clínico ou de aconselhamento (geralmente prefere o último)
Profissional de recursos humanos
Professor/professor universitário: arte, religião, inglês, literatura
Sacerdote, pastor, rabino, ministro

Carreiras Empreendedoras

Jornalista

Carreiras Convencionais

Gerente de escritório, administrador

A função inferior em INFJ na carreira

Como é verdade para outros tipos, o papel da função inferior é muitas vezes ignorado nas atividades da carreira do INFJ. Embora se possa esperar que os INFJs busquem caracteristicamente carreiras N (por exemplo, trabalhando com palavras, ideias ou teorias), muitos INFJs, por causa de sua função inferior, Percepção Extrovertida (Se), são atraídos para carreiras artísticas que colocam altas demandas em seus sentidos e/ou habilidades motoras. Conheço uma série de INFJs, por exemplo, que buscaram artes culinárias, artes visuais ou vários tipos de design.

É importante que os INFJs compreendam os fundamentos psicológicos de seus interesses Artísticos. Ou seja, a arte é de uma forma em que os INFJs tentam integrar sua função Ni dominante com sua função Se inferior. Dito de outra forma, é uma vocação na qual eles trabalham para materializar (S) ideias ou imagens mentais (N). Eu discuto o papel da arte na tentativa de se casar com N e S no meu livro eletrônico, os 16 tipos de personalidade .

O problema com as carreiras artísticas para INFJs é a demanda que eles colocam em sua função inferior (Se). Eles exigem grande habilidade física e atenção aos detalhes, nenhum dos quais são as forças naturais de INFJs. Isso, combinado com o fato de que fazer a arte tende a despertar o perfeccionismo dos INFJs, pode tornar isso um caminho difícil para os INFJs.

Eu conheço um INFJ, por exemplo, que sempre gostou de assar e apreciou bolos finos, o que a levou a se matricular na escola culinária. Infelizmente, ao longo de seu treinamento culinário e em seu breve período como cozinheiro chefe de pastelaria, ela veio se arrepender de sua escolha de carreira. O trabalho era rápido, fisicamente exigente, e exigiu atenção constante aos detalhes, o que a deixou sensivelmente estressada e exausta. Essas questões só foram pioradas pelo seu perfeccionismo e propensão para serem autocríticas.

O dinheiro é outra das dificuldades relacionadas à função inferior do INFJs. Eu ouvi mais do que um INFJ proclamar “Estou tão cansado de me preocupar com o dinheiro”. INFJs adoram viver em ambientes seguros, silenciosos, confortáveis ​​e (idealmente) bonitos. A segurança financeira também é muito importante para eles. Uma das realidades mais difíceis para INFJs é que, para que sua intuição (Ni) funcione no seu melhor, suas necessidades materiais (isto é, Se) devem primeiro ser adequadamente satisfeitas.

Em outras palavras, a sua eficácia N repousa, pelo menos até certo ponto, no seu sustento. Agora, isso geralmente não é um problema para INFJs quando crianças, uma vez que sua subsistência é fornecida por seus pais. Mas, uma vez que os INFJs atingem a idade adulta e espera-se que “defendam-se por si mesmos”, eles de repente enfrentam uma realidade muito difícil. Se os INFJs escolherem o gratificante trabalho N (por exemplo, aconselhamento), e que também seja financeiramente generoso, então eles podem ter a sorte de contornar esse problema. Mas aqueles que escolhem uma carreira insatisfatória, ou um com menor salário, podem detestar os sacrifícios que estão fazendo. Nessa situação, eles podem se sentir obrigados a assumir um trabalho de maior remuneração, mas, em última análise, menos satisfatório, ou a suportar dificuldades financeiras que podem prejudicar sua produtividade N.

Anúncios

2 comentários em “INFJ – Carreira

Adicione o seu

Deixe uma resposta

Powered by WordPress.com. Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: