Relacionamento: Eneatipo 5 e Eneatipo 9

Publicado por

Este guia visa apresentar a teoria e tipologia do Eneagrama. Os posts serão traduções e adaptações do original, que merece todos os créditos: The Enneagram Institute e os livros de Riso-Hudson

 

Agora temos um Grupo no Facebook

Eneatipo 5 (O Investigador) e Eneatipo 9 (O Pacificador)

O que cada tipo traz ao relacionamento

Um casal Cinco/Nove dá um ao outro uma grande quantidade de espaço pessoal e emocional para as atividades e para fazer as coisas por conta própria. Nenhum paira ou se infunde no outro, embora a capacidade de uma conexão emocional saudável e o interesse um do outro ainda estejam presentes.

Este par é caracterizado por uma sensação de tranquilidade, não intrusão, amplitude e respeito pelos limites, trabalho e individualidade um do outro. Noves são pouco exigentes e não críticos, e apesar de serem os mais emotivos dos dois tipos, nem sempre sabem o que estão sentindo ou como se expressar adequadamente.

Eles apreciam a capacidade dos Cinco de serem curiosos sobre eles e tirá-los do tipo de “confusão interior” que Noves podem entrar. Noves apreciam a nitidez intelectual dos Cinco, capacidade de fazer as perguntas certas, lembrar coisas, serem objetivos e ter paciência.

Cincos apreciam o calor do Nove – e quando há uma conexão pessoal ou sexual real entre eles – e suas qualidades nutritivas, cuidadoras, acalentadoras. Cincos geralmente se sentem emocionalmente áridos e sem nutrição emocional; Se acharem isso em alguém, é provável que seja um Nove que possa oferecer aceitação inquestionável, conforto sensual e ternura. Noves muitas vezes fazem os Cincos relaxarem – profundamente e completamente, algo que Cincos muito precisam.

Ambos os tipos têm um componente intelectual e se eles são mais ou menos equivalente em nível intelectual um com outro, eles podem ser um casal poderoso e estimulante: a sagacidade pungente dos Cinco é suavizada pelo leve ar ébrio dos Nove.

Ambos apreciam o irracional e o absurdo, embora Cincos explorem muito mais profundamente as áreas obscuras da vida do que Noves. Este par pode ser um caso de duas pessoas iniciando o outro em visões de mundo muito diferentes: o idealismo e o realismo, a luz solar e a escuridão têm um lugar aqui.

Possíveis problemas ou conflitos

As tensões entre Cincos e Noves podem começar a crescer como resultado da quantidade de espaço que cada um está disposto e capaz de dar ao outro. Ambos são altamente conscientes dos limites e do sentimento de ser pressionado ou invadido por qualquer um, e ambos tendem a esperar um grau incomum de independência do outro e a dar um grande grau de liberdade ao outro sem ser pedido.

Por esta razão, muitas vezes é difícil para os Cincos e Noves tomarem a iniciativa (para marcar encontros, por exemplo) ou serem decisivos sobre se falarem regularmente, ou mesmo para saber o que seus sentimentos estão falando pra eles sobre o outro.

Pode haver um grande conforto e uma relação intelectual, mas um ou ambos podem ser relativamente apartados de seus sentimentos, de modo que eles realmente não sabem o quanto eles se importam com o outro, ou mesmo se eles estão apaixonados.

Noves tendem a estar mais emocionalmente disponíveis e serem mais fluidos nesse aspecto, gostando e até mesmo idealizando os Cinco enquanto estão juntos, mas rapidamente esquecendo esses sentimentos positivos quando a pessoa está ausente.

Noves facilmente se afastam mental e emocionalmente, a ponto de que o outro também pode deixar de existir se eles não estão fisicamente juntos. Noves também podem idealizar o outro tanto que, quando se juntam, os Cinco não podem realmente viver de acordo com a imagem que os Nove tem deles em sua imaginação.

Cincos, por outro lado, podem tornar-se frustrados pelo tipo de atenção “ligado/desligado” dos Nove e começar a tornar-se cínico e pessimista sobre o relacionamento, analisando os Nove e intelectualmente dissecando o relacionamento tanto como defesa de ser ferido como maneira de expressar raiva sobre sua decepção.

Ambos os tipos podem ser desconectados de si mesmos e dos outros, vivendo em projeções e imaginação ao invés de ver o outro como são. O trabalho e os interesses solitários podem chamar a atenção dos Cinco, e a busca da paz e mais relações de apoio podem atrair os Nove para longe.

A menos que haja uma razão intensa para se verem com frequência, as questões de teimosia, inércia e autonomia dos Nove se misturarão com a ausência, o desapego e a indiferença dos Cinco e a relação desaparecerá.

Quer saber mais sobre Eneagrama? Mostre-me onde!

Anúncios

Deixe uma resposta